Decisões Decidem Destinos

Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.
Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.
1 Coríntios 10:12,13

Ref.: Salmos 1:1,2; Mateus 26:41

A Busca por um relacionamento e intimidade com Deus costuma tomar tempo e esforço, sacrifício e rendição para alcançar mais do seu amor, presença, graça, misericórdia e poder…
Porém quando se trata de nos afastarmos de Seus caminhos, pela nossa própria natureza pecaminosa, falhar é tão fácil, simples, rápido e não requer esforço algum.

São as pequenas e aparentemente inofensivas tentações, os “segundos olhares”,é ai onde se inicia a geração do pecado em nossas mentes.

A Segunda vez, estes “segundos olhares”, apesar de que em muitos casos, não admitimos de imediato, porque neste momento já pecamos pelo achismo e falsa de crer que foi só por uma vez… mas se não vigiarmos, isso passa a, gradualmente,  se tornar uma grande bola de neve devastadora.

Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro.
2 Pedro 2:20

E este é o pior estado, porque a pessoa pecou tantas vezes que entrou ou acaba praticamente entrando num estado esfriamento espiritual, falta de fé, acaba se afastando de Deus.

é no momento em que estos tão convictos de nossa salvação, que nada nos abala, então é que o Inimigo começa a maquinar planos e ciladas com base em nossas fraquezas e experiências do “velho homem”.

Assim como a música apresentada aqui já diz:

“[…]Be careful little eyes what you see
It’s the second glance that ties your hands
As darkness pulls the strings.
Be careful little feet where you go
For it’s the little feet behind you that are sure to follow

It’s a slow fade when you give yourself away
It’s a slow fade when black and white are turned to gray
And thoughts invade, choices are made, a price will be paid
When you give yourself away
People never crumble in a day
It’s a slow fade, it’s a slow fade

Be careful little ears what you hear
When flattering leads to compromises, the end is always near
Be careful little lips what you say
For empty words and promises leave broken hearts astray[…]

[…]The journey from your mind to your hands
Is shorter than you’re thinking
Be careful if you think you stand
You just might be sinking[…]

[…]People never crumble in a day
Daddies never crumble in a day
Families never crumble in a day[…]”

_- Tradução livre -_

[Cuidado olhinhos com o que veem]
[É a segunda olhada que ata suas mãos]
[Enquanto as trevas puxam as cordas]
[Cuidado pezinhos aonde vão]
[Porque são os pezinhos atrás de você que certamente te seguirão]

[É um lento desvanecer quando você se entrega]
[Um lento desvanecer quando o preto e o branco se tornam cinza]
[E pensamentos invadem, escolhas são feitas, um preço será pago]
[Quando você se entrega]
[As pessoas nunca desabam em um dia]
[É um lento desvanecer, é um lento desvanecer]

[Cuidado ouvidinhos com o que ouvem]
[Quando a lisonja leva ao comprometimento, o fim é sempre próximo]
[Cuidado pequenos lábios com o que falam]
[Pois palavras e promessas vazias deixam corações despedaçados perdidos]

[A jornada da sua mente até suas mãos]
[É mais curta do que você pensa]
[Cuidado se você pensa que está de pé]
[Você pode estar afundando]

[Pessoas nunca desabam em um dia]
[Pais nunca desabam em um dia]
[Famílias nunca desabam em um dia]

O problema não surge ou explode do nada, ocorre lentamente.

“quando o branco e o preto tornam-se cinza”, descreve bem o início da confusão na mente, um borrão, como uma visão turva e desfocada, quando você, “cego”, não consegue distinguir as diferenças entre o bem e o mal, assim como disse antes, isso começa quando vemos uma aparente “verdade”/(auto-aprovação) enquanto seguimos para o caminho errado.

Cristo nos encoraja a vigiar, ora, e jejuar. Resumindo, nos ensina a nos mantermos em Sua presença e buscá-la, Seus apóstolos repassaram e reforçaram seus ensinamento inúmeras vezes (quantas fossem possíveis) a sua geração e aos que viriam após elas, a exemplo da carta de Paulo aos efésios cap. 6, ver.11 a 18, para nos revestirmos da armadura de Deus.

Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
Tiago 4:7

Mesmo sabendo que através do verdadeiro arrependimento é que alcançamos a graça e o perdão de Deus em Cristo Jesus, não devemos dar chance ao pecado, nem por um segundo, mesmo no início da tentação em nossas mentes, mas fugir dela.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie;

Efésios 2:8,9

Vigia!

Pecadinhos de estimação e a zona de conforto

Hebreus: 12. 1. Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta,

1 Pedro: 5. 8. Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;

1 Coríntios: 10. 12. Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia. 13. Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.

Fragmentos do Passado

As vezes, em nossas vidas como cristãos, cultivamos algum pecado, muitas vezes este é um fragmento do velho homem, casos mal resolvidos pendentes e escondidos, que julgamos erroneamente por irrelevante, pequeno e  aparentemente inofensivo, em momentos que nosso ego atinge uma perigosa e falsa sensação de segurança, onde já cometemos ele por uma vez, mas não houve arrependimento verdadeiro e sim uma desculpa qualquer para justifica-lo.

Presos a uma maldita zona de conforto, supostamente seguros de si, esquecidos daquele pecado, cegos e acostumados com o cheiro dele, largamos aos poucos Palavra de Deus, A Espada, a Bíblia aberta em alguma mesa  (sem se quer ler) ou mesmo, perdida nas profundezas de um armário.

Deus, de diversas formas, faz questão de avisar do erro e sua consequências, nem que seja para escrever nas paredes (como exemplo, leia por completo Daniel 5) para que vejamos, mas ainda cegos em nosso orgulho e auto-confiança, não damos atenção devida a Seus alertas.

Ilustra-se aqui a zona de conforto, onde você, nós, cegos, no ócio e inatividade, nos vemos largados num sofá de comodismo, falsa sensação de conforto,  preguiça o deixamos consumir diariamente até o estado crítico, sem perceber, sem vigiar, de se tornar ‘parte dele.’

E então este velho homem, o pecado escondido, “de estimação”, ao cair da noite, durante e após tantos descuidos, vem para nos prender mais e mais a ele, nos distanciar ainda mais da presença de Deus e pior, a nos deixar sem ação, Inúteis, indefesos, inofensivos a ele e ainda mais mais cegos. Consequência disso é uma apostasia e morte e espiritual que leva facilmente a morte.

2 Pedro: 2. 20. Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro.

Porém o verdadeiro cristão ciente de seus atos e firme na Palavra e nos ensinamentos de Cristo sabe atender sem reservas ao mandamento:

Mateus: 26. 41. Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.

E se desviar do pecado, resistir a ele quando ainda esta na mente, nos pensamentos, e afugenta-lo ao resistir a ele fortemente por Amor, Temor, Servidão e Respeito ao Deus todo-poderoso de nossas vidas.

Tiago: 4. 7. Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós. 8. Chegai-vos para Deus, e ele se chegará para vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de espírito vacilante, purificai os corações. 9. Senti as vossas misérias, lamentai e chorai; torne-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria em tristeza. 10. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.

Perdão – Flores em Vida

Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e de pós vem apresentar a tua oferta. Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele; para que não aconteça que o adversário te entregue ao guarda, e sejas lançado na prisão.
Mateus 5: 23,24,25

A vida que vivemos, não importa quantos anos de vida temos, ou o quanto ainda vamos viver, é evidente, ela é curta, tem começo, meio e fim, da mesma forma as pessoas com quem convivemos, não são eternas, mas passageiras, sejam eles familiares ou amigos, pessoas que amamos (e até mesmo aquelas que não nos amam e em suas atitudes nos entristecem e nos dificultam de ama-las) que Deus nos dá o privilégio de cruzar seus caminhos e elas os nossos.

Assim como nossos familiares não estarão para sempre ao nosso lado, não são substituíveis em seu papel familiar e social, devemos honra-los, até mesmo aos amigos mais achegados.

Porém há sempre aqueles cujas ações e comportamentos (descasos, violência, traições, abusos, brigas constantes, infidelidade, desconfiança … entre outros ainda piores) nos causam constantes decepções, traumas, perdas irreparáveis e feridas profundas na alma que perduram por anos e a cicatrização parece demorar.
Alguns permanecem convivendo conosco, outros deixam de cruzar nossos caminhos, afastam-se por uma ou mais circunstâncias da vida, mas se permitimos, a ferida permanece e com ela vem as mágoas, as dores, ressentimentos, em alguns casos, seguidos de ódio dependendo de quão grande foi a dor causada no passado e a ferida parece permanecer aberta e o perdão é visto como uma ultima opção, uma decisão difícil.

Da mesma forma, isso se aplica a nós, sim a nós, pois somos falhos e sujeitos a cometer erros e por muitas vezes acabamos por decepcionar pessoas que amamos com nossos atos, conscientes disso ou não deles, tal fraqueza não deve ser usada como desculpa para manter-se no erro ou conformar-se com ele.

Por insegurança, medo, mas principalmente por orgulho e soberba (ferramenta maligna, níveis acima do orgulho, que serve como o maior dos impecilhos neste caso), muitos de nós acabamos retendo o perdão, nem perdoamos, tão pouco buscamos pedi-lo.

O perdão, é um ato de demonstrar verdadeira superação sob um problema, mostrar que teve forças para vencer e escolheu por deixar o passado para trás. Um gesto de amor para com o próximo, uma vez que, em Cristo é o que devemos fazer por amor, sem julgar, pois é o que Jesus nos ensinou e ensina, é o que Ele faria.

perdoar (Segundo o Dicionário MIchaelis)
per.do.ar
(lat perdonare) vti e vint 1 Conceder perdão a; ser humanitário, tolerante;Absolver, remitir (culpa, dívida, pena etc.); desculpar. vpr 3 Poupar-se:

Portanto leve consideração o seguinte:

Então Pedro, aproximando-se dele, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes sete.
Mateus 18: 21-22

E o segundo é este: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que esses.
Marcos 12:31

Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.
Mateus 5: 44-45

Ainda que a confiança no próximo, não permaneça mais a mesma, no amor que Cristo nos amou devemos liberar perdão e pedir perdão também enquanto é dia, não viver do passado , mas sim do hoje e do agora, e como dito antes, um dia haveremos de partir, e aqueles com quem convivemos também. É Cristo quem nos dá forças para suportar, superar as perdas e vencer, basta apenas olharmos para Ele e buscarmos nEle somente a força que necessitamos para vencer, sem desviar o foco. Antes de tudo busque esvaziar-se de si, diante de Deus faça a sua parte, de maneira transparente, em verdadeiro arrependimento peça perdão a Ele primeiro, busque sua justiça e ele se socorrerá nas demais coisas.

Por que não sabemos o dia de amanhã, esta é a nossa tarefa do hoje, ‘oferecer flores em vida‘, a ‘segunda chance’, zelar, valorizar (família, parentes e amigos) como se não houvesse amanhã, oferecer amor e o perdão ao próximo… Pois o amanhã pode ser tarde demais e o arrependimento e lamento tardio não traz pessoas que partiram de volta.

João 3: 16-17

Romanos 8: 1-2

Isaías 53: 4-6

Efésios 2: 5, 8

Lamentações de Jeremias 3: 22-23

Não se deixe culpar pelas causas e erros do passado, não permita que o inimigo faça de sua mente um constante tribunal de acusações. Onde há verdadeiro arrependimento, há também a graça, perdão e misericórdia de Deus derramados sobre nós.

Tetelestaiesta liquidado. Esta consumado, NEle nossas dívidas, culpas, erros estão líqudados, estão pagos. Em Cristo Somos livres, pela graça sois salvos!

Uma vez aprendi que:

[A cicatriz não deve ser encarada como um quadro ou retrato, ou mesmo um espelho para a lápide do passado morto e enterrado, mas sim que ela é a prova de que vencemos as lutas e que superamos nossos medos e dores passadas, seu passado esta morto, VOCÊ NÃO!]

Me ensina a oferecer perdão
E a me parecer contigo em compaixão
Deus, livra-me de mim
Guarda o meu coração
Pois nas vezes em que tropeço
Tenho em Ti, o que mais peço
Perdão e misericórdia me alcançam
E lançam, pra bem longe de mim, a acusação

Perdão – Paulo César Baruk

Decisions Decide Destiny – Slow Fade (Song meditation)

Blessed {is} the man that walketh not in the counsel of the ungodly, nor standeth in the way of sinners, nor sitteth in the seat of the scornful. {ungodly: or, wicked}
But his delight {is} in the law of the LORD; and in his law doth he meditate day and night.

Psalms 1:1-2

Wherefore let him that thinketh he standeth take heed lest he fall.
There hath no temptation taken you but such as is common to man: but God {is} faithful, who will not suffer you to be tempted above that ye are able; but will with the temptation also make a way to escape, that ye may be able to bear {it}. {common…: or, moderate}

1 Corinthians 10:12-13

Watch and pray, that ye enter not into temptation: the spirit indeed {is} willing, but the flesh {is} weak.
Matthew 26:41

The search for a relationship and intimacy with God often takes time effort, sacrifice and surrender to reach His love, attention, respect, honor and reward …
But when it comes to moving away from Him, by our sinful nature, failure becomes so easy, fast, simple and effortless.

Are the small and seemingly “harmless” temptations, is the second look that’s where sin begins in our minds.

The second time, that “second glances”, although in many cases, we do not immediately assume, because there we already sinned by guesses and false security that it only happened once … but if we do not watch out, it becomes a tremendous snowball.

For if after they have escaped the pollutions of the world through the knowledge of the Lord and Saviour Jesus Christ, they are again entangled therein, and overcome, the latter end is worse with them than the beginning.
2 Peter 2:20

And this is the worst states because the person has sinned so many times that practically already entered a state of apostasy, lack of faith and lack of fear of God.

It’s the moment we seem to be more confident in our salvation, that nothing will shake us, the enemy begins planting pitfalls regarding our weaknesses experienced by the old man.

As the song quoted here says:

“[…]Be careful little eyes what you see
It’s the second glance that ties your hands
As darkness pulls the strings.
Be careful little feet where you go
For it’s the little feet behind you that are sure to follow

It’s a slow fade when you give yourself away
It’s a slow fade when black and white are turned to gray
And thoughts invade, choices are made, a price will be paid
When you give yourself away
People never crumble in a day
It’s a slow fade, it’s a slow fade

Be careful little ears what you hear
When flattering leads to compromises, the end is always near
Be careful little lips what you say
For empty words and promises leave broken hearts astray[…]

[…]The journey from your mind to your hands
Is shorter than you’re thinking
Be careful if you think you stand
You just might be sinking[…]

[…]People never crumble in a day
Daddies never crumble in a day
Families never crumble in a day[…]“

It doesn’t simply explodes out of nowhere, but occurs slowly.

“When black and white turns to gray”, describes well the start of a confusion in mind, a blur, where you, blind, can’t make difference between good and evil, just as I told before, it happens when you start “seeing” approval  while your feet walks nthrou the wrong path.

Christ teaches us and encourages us to watch, pray, fast, save us. In short, teaches us and keep us and seek His presence, His apostles try to always remember that, following the example of Paul’s letter to the Ephesians ch. 6, ver.11 to 18, equip ourselves about the armor of God.

Submit yourselves therefore to God. Resist the devil, and he will flee from you.
James 4:7

This meditation was based on my learnings with that song ‘Slow Fade’, from Casting Crowns band, mainy, it was even enhanced when I watched at the video (look below) from Mark, song writer and vocalist of the band, explaining the song.

Even knowing that through true repentance is how we reach the grace and forgiveness of God in Christ Jesus, we shall not give chance to sin, not for a second, even since the beginning of temptation in our minds, but flee from it.

For it is by grace you have been saved, through faith —and this is not from yourselves, it is the gift of God
Ephesians 2:5

Watch out.

Brilhe a Luz que dissipa as trevas

“…Através de mim, Jesus, clareia!
Vou brilhar a minha luz.
Eu carrego a luz ,de Deus.
Através de mim, Jesus, clareia!”

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.”

Mateus 5:13-16

Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
João 8:12

Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.
João 12:46

De acordo com o dicionário Michaelis, conduta é também definido como:
“Comportamento consciente do indivíduo, influenciado pelas expectativas de outras pessoas.”

“Não há ‘cristão praticante’, pois a essência do verdadeiro cristão esta em sua conduta diária”Lúcio Barreto Jr.

Não há como deixar brilhar a luz contagiante de Jesus Cristo em nossas vidas, se a nossa conduta e comportamento for de trevas, nem se quer aproximar aqueles que estão ao nosso redor, dos quais amamos, muito pelo contrário, é mais fácil que estes se afastem de nós quando nosso comportamento não se faz digno. Que não somos perfeitos e nem mesmo 100% puros, isso É FATO!

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Gálatas 5:22

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
1 Coríntios 13:13

É evidente a dificuldade de por em prática em nossas vidas, em sua essência, cada parte (citada acima) que compõe fruto do Espirito, (e este refere-se ao Espirito Santo de Deus) embora não é impossível, pois tendo comunhão com Ele, e deixando-o agir em sua vida, Ele servirá não apenas como amigo, consolador e professor, mas também com agente transformador, (pois tendo ciência das áreas de nosso comportamento que necessitam ser mudadas) quando isto pedirmos e dermos liberdade a Ele, em o nome poderoso de Jesus Cristo, este certamente vos concederá, tratando lá no interior, em nossa essência.

Não somos perfeitos nem 100% santos, mas buscamos enquanto vivos o exercício da santidade preparando nosso ser para quando chegarmos na glória, ao lado do Mestre, Jesus.

Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.
João 14:26

Peça ao Espírito Santo (antes ciente em ti, do que lhe carece / falta ou algum ponto onde esta errando) para que lhe ensine a ter auto-controle sobre suas próprias ações, e este, com muito amor, te servirá como o mais excelente, perfeito e compromissado professor, para te ensinar, te exortar sempre que necessário, e te transformar em seu interior (conduta e comportamento)!

Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo.
1 Coríntios 11:1

Somos como uma lanterna, uma lâmpada ou um lampião, cujo Condutor e Guia é Jesus Cristo (O Salvador, Libertador, Messias, Mestre, Sumo Sacerdote, Justo, Emanuel, Deus Forte, Absoluto, Conselheiro, Fiel, Senhor, Rei…), O Guia, A própria Luz que dissipa e afasta todo o mal, e o combustível, energia que que devemos carregar conosco é o Espirito Santo de Deus, a chama viva que arde em nossos corações.

“Através de mim, Jesus, clareia!
Através de mim, Jesus, clareia!
Vou brilhar a minha luz.
Eu carrego a luz ,de Deus.
Através de mim, Jesus, clareia!”

Clareia – Thalles Roberto

Portanto, para finalizar: deixe brilhar a Luz de Jesus Cristo em sua vida a partir de hoje, (não à negue temendo a reação do próximo ou para agradar a maioria que despreza esse amor), seja o exemplo (não apenas de cristão, mas de pessoa) que todos precisam e certamente muitos se aproximarão mais de ti (ao ver a Glória dEle através de ti) e Deus te honrará.

“E como os serafins que cobrem o rosto ante a Ti,
Escondo o rosto pra que vejam Tua face em mim,
E que diminua eu, pra que Tu cresças Senhor, mais e mais…”

Tua Graça me basta – Toque no Altar

E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
João 1:5