Salmos 23: 4. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

[Ref.: Dt 31.6 / Js 1:9 / Is 41.10,13-14 / Jr. 1.7-8 / At 18.9-10 / Ap 2.10]

Há diversas formas de medos e fobias, a mais conhecida nos seres humanos ou animais em geral, e que de alguma forma tem ligação com as demais é o medo do desconhecido. Dos mais simples aos mais complexos de se lidar e tratar, é inegável que eles influenciam em nosso comportamento e decisões.

Medos e fobias podem estar ligados a coisas, situações específicas, traumas relacionados experiências passadas, animais, pessoas, ou mesmo a comportamentos internos em nós, comportamentos que não nos agradam, nem tão pouco a Deus.

O Senhor nos encoraja a não ter medo, a frase “não temas” ocorre cerca de 365 vezes na Bíblia sob siversos contextos, mas Ele não é o tipo que apenas fala e some sem dar suporte, Deus é um Pai bondoso, zeloso e amoroso, Ele não apenas nos guarda, mas também nos ensina a vencer nossos medos. Ele é a luz no fim desse túnel sombrio.

Para vence-los também precisamos querer vencer, do contrário, entraremos numa zona de conforto muito infeliz, a de quem sucumbiu e se conformou com o medo.

Há medos que são vencidos em pouco tempo e outros que levam anos e as vezes podem necessitar de tratamento psicológico para supera-los, Deus é poderoso para nos livrar de todo mal, porém isso não quer dizer que nunca vamos precisar nos submeter a um tratamento. Logo, sim, em ambos os casos, Deus estará lá, SEMPRE nos auxiliando a vencer nossos medos.