Esperança, fé e ousadia: vencendo a ansiedade e o medo do desconhecido

[ Leia Lucas 19.1-9 ]
[ Ref.: Gn 12.1-3; 22.1-18/ Mc 5.24-34 / Lc 7.1-10 / Hb 11. 4-22]

Um novo ano começou na semana passada, muitos de nos, vez ou outra, tem o costume de alimentar desejos e fazer votos, estabelecer metas sobre o faremos para este ano e guardamos esperança de algo diferente, bom, melhor em tudo que não pode ser vivido no ano anterior.

Porém, ao passarmos por momentos difíceis e duros de encarar, (muitas vezes embasados em nosso instinto imediatista…) esperamos uma mudança drástica  da parte do Senhor Deus, algo que nos traga alívio e paz o mais cedo possível.

Em alguns casos, realmente, só resta uma intervenção divina, uma vez que os recursos humanos se esgotam, em outras, Deus ainda espera de nós uma atitude (em alguns casos ordena algo), um ato de fé, uma iniciativa, um passo além, comprovando que realmente confiamos nEle.

Temos vários exemplos bíblicos de personages conhecidos que deram um passo à frente, tais como: (AT) Abraão, Moises, Josué, Gideão, Jefté, Davi, Elias, Eliseu entre outros; (NT) à mulher hemorrágica, o centurião e seu servo enfermo, Zaqueu, Bartimeu e alguns discípulos de Cristo como Pedro e Paulo.

Se ainda tem dúvidas de como, por onde começar e quais atitudes tomar nesse começo de ano, ore a Deus, medite em Sua Palavra, busque, clame a Ele por sabedoria e discernimento para tomar as melhores atitudes, lembre-se que Ele esta sempre no controle de todas as coisas.