Alma abatida – combatendo a solidão

Salmos: 42. 11. Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus.

Romanos: 8. 37. Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. 38. Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, 39. nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

[Ref.: Sl 42; 139; 118.5; 120.1 / Is 40.26-31; 55.9-10 / Jr 29.11-14 / Lm 3.21-23 / Mt 11.28-30 / Jo 16.33 / 2 Co 4.17-18 / Fp 4.11-13 / Tg 5.16]

As vezes, passamos por problemas, lutas, dificuldades e tribulações duras e difíceis de suportar (não impossíveis), que para deixar de/evitar preocupar pessoas próximas que amamos, acabamos por escolher o silêncio e as vezes o exilio, porém estas opções podem nos levar também à uma depressão, sofrendo sozinho e cometendo o equivoco de buscar à Deus somente quando o problema já atingiu ou esta para atingir niveis críticos.

Os problemas podem até ser de ordem financeira, familiar, conjugal, legal, de saúde ou pessoal (desde conflitos internos à vicios escondidos) que já estamos prestes à perder o controle e não vemos mais solução para resolve-los (humanamente falado), mas nesta história, Deus nunca jamais deve ser encarado como último recurso de ajuda/solução e sim o primeiro.

O exílio, que leva à solidão, como dito acima, não ameniza o problema, muito pelo contrário, ele apenas o intensifica, nos mergulhando (dependendo do caso) num mar de angustia, culpa, ansiedade e medo (insegurança), sufocando e esfriando nossa fé e, com isso, podendo facilmente nos conduzir à depressão. Porém Deus nós ensina, encoraja, nos motiva à entregar à Ele nossos caminhos e buscar primeiramente à Ele e no demais ajudaria à resolver (Sl 37.5; Mt 6.33-34; 1 Pe 5.7).

Na presença de Deus nossos medos, insegurança, duvidas e nossa ansiedade tem um fim, a paz. Não estamos sozinhos neste mundo, Cristo sempre esta conosco.